Conheça o PDI: Capítulo 6 organiza infraestrutura física do IFSC

O capítulo 6 do Plano de Desenvolvimento Institucional 2015-2019 do IFSC (PDI) trata do Plano Diretor de Infraestrutura Física do IFSC. O capítulo tem relação direta com o objetivo estratégico  P11 (Garantir infraestrutura física e tecnológica adequada às ofertas). “Uma das prioridades do IFSC para os próximos cinco anos é gerenciar recursos de modo a garantir que a infraestrutura física e tecnológica necessária ao Plano de Oferta de Cursos e Vagas e a todos os processos de apoio ou finalísticos relacionados esteja constantemente disponível e atualizada”, diz o documento.

“>pdi_divulgação documento-09O Plano Diretor de Infraestrutura Física do IFSC lida com três assuntos principais: bibliotecas, espaços físicos e acessibilidade. Sobre bibliotecas, o capítulo institucionaliza o Sistema Bibliotecas Integradas do IFSC (SiBI), composto por bibliotecas de 19 câmpus e coordenado por uma coordenadoria sistêmica com quatro representações regionais a serem implantadas: Grande Florianópolis, Norte e Vale do Itajaí, Oeste, Serra e Sul.

O capítulo registra dados sobre as bibliotecas do IFSC. Hoje elas têm, no total, 62 servidores, dentre eles, 29 bibliotecários, 19 auxiliares de biblioteca e um arquivista. O acervo do Instituto Federal era composto no final do ano passado por 44.602 títulos de livros, 103.149 exemplares desses títulos, 991 títulos de periódicos e 15.673 exemplares desses periódicos.

As bibliotecas do IFSC são entendidas como bibliotecas universitárias, pois a instituição desenvolve atividades de ensino, pesquisa e extensão inerentes à formação universitária. Isso significa que elas devem disponibilizar em seu acervo toda a bibliografia básica e complementar constante no projeto pedagógico dos cursos ofertados nos câmpus e em quantidade que atenda às exigências do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). A coordenadora de Bibliotecas do IFSC, Camila Koerich Burin, explica que, entre essas exigências, estão uso de sistema informatizado para controle do acervo, espaço físico adequado e disponibilizar acesso a bases de dados.

De acordo com o PDI, as bibliotecas do IFSC devem estar preparadas para atender a comunidade escolar nos três primeiros anos de implantação de cada câmpus. Isso significa que elas devem possuir, nesse prazo, uma estrutura mínima de acervo, pessoal, mobiliário e equipamentos e instrumentos e softwares.

Espaços físicos

O capítulo também registra todos os espaços físicos do IFSC construídos até junho de 2014, com suas respectivas capacidades de postos de trabalho, e traz diretrizes para a ampliação do ambiente físico do Instituto Federal. Constituído em maio de 2013, o Grupo de Trabalho Espaços elaborou uma lista de 29 espaços prioritários como padrão de referência para todos os câmpus, que inclui lanchonete ou cantina, auditório e almoxarifado, entre outros, e 27 espaços secundários a ser implantados também pelos câmpus.

Para dar conta das obras com a expansão do IFSC, foi criado o Plano Diretor de Obras e Engenharia, que tem por objetivo cadastrar todas as necessidades do IFSC e classificá-las segundo critérios preestabelecidos. O capítulo 6 do PDI lista obras para todos os câmpus, que devem ser executadas nos próximos cinco anos. “Isso traz um ganho em planejamento de gastos, planejamento de equipe e definição de prioridades”, comenta o chefe do Departamento de Obras e Engenharia, Luiz Felipe Vieira Silva.

Acessibilidade

Sobre acessibilidade, o capítulo traz o resultado de um levantamento feito em 17 câmpus (Araranguá, Caçador, Canoinhas, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Florianópolis-Continente, Garopaba, Gaspar, Geraldo Werninghaus, Lages, Palhoça-Bilíngue, São Carlos, São José, Tubarão, Urupema e Xanxerê) sobre adequação dos espaços físicos do IFSC a questões de acessibilidade.

O texto do PDI estabelece que a norma ABNT NBR 9050:2004 – que trata de acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos – deve ser seguida em todas as licitações de obras e serviços de engenharia. “Todas as nossas licitações de obras obedecem às exigências dessa norma”, afirma Luiz Felipe.

Para saber  mais sobre o capítulo 6, visite o site do PDI.

Coordenadoria de Jornalismo do IFSC

Publicado em Noticias